Ir para: Menu principal, Conteúdo


tags
Tags
ERC integra júri do Prémio Nacional de Jornalismo de Inovação 2020
2020/02/21

A Agência Nacional de Inovação (ANI) está a promover, até ao dia 22 de março de 2020, com o apoio da ERC, COMPETE 2020 e Sindicato dos Jornalistas a terceira edição do Prémio Nacional de Jornalismo de Inovação (PNJI) que visa reconhecer trabalhos jornalísticos publicados, em 2019, em órgãos de comunicação social portugueses sobre inovação de base científica e tecnológica desenvolvida em Portugal ou em parceria relevante com entidades portuguesas.

As quatro categorias a concurso são “Escrito”, “Áudio”, “Audiovisual”, “Multimédia” e “Regional” e têm associado um prémio de 4 mil euros cada. Será também atribuída uma Menção Honrosa Academia, a um trabalho jornalístico de um estudante do ensino superior português e publicado num projeto jornalístico de uma instituição de ensino superior.

Um dos critérios de admissibilidade dos trabalhos candidatos é ter a assinatura de um jornalista detentor de carteira profissional ou de uma equipa da qual faça parte. Igualmente a publicação em órgãos de comunicação social com uma natureza informativa e isenta, sendo excluídas as peças com conteúdos opinativos, publireportagens ou materiais produzidos para apoio institucional: publicidade, catálogos, patrocínios, cofinanciamento.

As peças serão avaliadas pela sua natureza, ou capacidade de comunicar com eficácia o carácter inovador; o impacto/resultados da inovação na sociedade ou no meio ambiente; a existência de fontes de informação e de enquadramento; a identificação dos atores envolvidos no desenvolvimento da investigação e desenvolvimento e o mérito de «interessar o cidadão comum mas mantendo o rigor científico e tecnológico».

A ERC participará no painel de jurados na seleção das candidaturas e no júri final. Os trabalhos candidatos serão também avaliados pelo público, entre 4 e 15 de maio, no sítio www.ani.pt, com um peso de 50% na nota final. Os prémios serão entregues até 31 de julho de 2020.

Os interessados deverão submeter a candidatura, através do formulário eletrónico, disponível no sítio institucional da ANI.