Ir para: Menu principal, Conteúdo


tags
Tags
Estudo de Recepção dos Media
2008/10/17

JOVENS MAIS EXPOSTOS AOS MEDIA

"Os jovens lêem mais, vão mais ao cinema e navegam mais na Internet", conclui José Rebelo, professor do ISCTE, na divulgação dos resultados gerais do Estudo de Recepção dos Meios de Comunicação, no segundo dia da conferência da ERC, a decorrer na Fundação Calouste Gulbenkian.

O coordenador geral do estudo sustentou que os resultados da sondagem nacional realizada revelam hábitos de consumo de media opostos entre públicos jovens e idosos. Os jovens até aos 30 anos são quem tem mais propensão para o contacto com a leitura, o cinema e a internet, enquanto os maiores de 64 anos são quem menos se expõe a estes media.

O grau de escolaridade é também um factor determinante no consumo dos media. Cruzando as respostas de inquiridos com menos de quatro anos de escolaridade e mais de 12 anos de escolaridade, "as idas ao cinema multiplicam-se por 6", "a leitura de livros por 5 e a navegação na internet por 20", conclui José Rebelo.

A transversalidade da televisão na sociedade portuguesa é outra das conclusões destacadas pelo investigador do ISCTE. "Todos vêem televisão", afirma, "independentemente do grau de escolaridade, da idade e do género." Quando se pergunta qual o meio de comunicação social mais adequado às funções de informar, educar e distrair, "a televisão vem sempre à cabeça", conclui.

A apresentação geral do estudo foi comentada por Moisés Lemos Martins, professor da Universidade do Minho, e Adelino Gomes, jornalista e provedor do ouvinte (RDP).

Oiça as intervenções de José Rebelo, Moisés Lemos Martins e Adelino Gomes aqui

Apresentação do estudo (MS PowerPoint).